Conheca_as_lajes_nervuradas.jpg

Conheça as lajes nervuradas

16/02/2017

As lajes nervuradas são um sistema em concreto armado de pequenas vigas regularmente espaçadas.

Os vazios entre as nervuras são obtidos pela colocação de moldes de gesso, sendo uma fina capa de concreto executada como plano de piso. Elas foram criadas a fim de proporcionar economia nas construções, pois, utilizam menos material.

Os moldes também podem ser de plástico. As fôrmas plásticas são apoiadas sobre qualquer tipo de escoramento, e dispensam o assoalhamento. -Ao longo dos elementos de apoio são colocadas escoras fixas que, sem deixar a laje fletir, permitirão a desforma após 72h de cura do concreto- explica o engenheiro civil Marcos da Costa Terra.

As fôrmas são encontradas em diversas geometrias, com distâncias entre os eixos de nervuras, larguras e alturas variáveis. Estas, mais a espessura da capa, obedecem às normas vigentes (NBR’s 6118, 15200 e 15575-3) nos diversos casos específicos. O material das formas deve ser resistente e flexível.

A seguir saiba quais são as vantagens e as desvantagens dessa estrutura e como saber se é válido aplicá-la.

O método utiliza pouco concreto e aço no fundo da laje em relação às lajes convencionais e maciças, abraçando a armadura localizada entre as nervuras e consumindo até 30% menos de materiais e mão de obra.

Elas são mais resistentes aos momentos positivos dos vãos e à compressão que se dá pela capa de concreto maciço; que age em conjunto com o aço. Além disso, as lajes nervuradas dispensam usos de compensados, não tem perigo de corrosão, são fáceis de montar e desmontar, oferecem maior velocidade de execução, entre outras vantagens.

Em contrapartida, as nervuras comprimidas apresentam baixa resistência à flexão para os momentos negativos nos apoios. As lajes nervuradas moldadas no local, de concreto armado, apresentam algumas desvantagens, pois aumentam a altura total de uma edificação; aumentam também as dificuldades de compatibilização com outros subsistemas, como instalações e vedações; exigem maiores cuidados durante a concretagem para evitar os vazios nas nervuras, entre outros gargalos.

A escolha por lajes nervuradas pode refletir numa redução de até 30% no consumo de aço e concreto em relação às lajes convencionais (maciças), garantindo economia.

Fonte: AECweb
Assista nossos vídeos no Youtube Notícias Trabalhe Conosco
Todos os direitos reservados. Constata Construções Ltda.